Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

vila de cano - canoonline - João Mot@



Mensagens

Terça-feira, 08.06.10

Câmara Municipal da Unanimidade….

 

Existe uma Câmara algures num sítio distante onde as decisões são praticamente todas tomadas por voto unânime…

Seria aceitável se fosse uma organização que mostrasse através da sua gestão que existia para servir os munícipes…

Não é o caso! Essa organização está a atingir o descrédito perante os seus munícipes embora apenas alguns possam livremente expressar a sua opinião. Isto porque há sempre um filho, um sobrinho, um primo um parente ou um amigo que ganha o seu sustento na dita central de censura ou em outras organizações directamente dependentes.

Uma das últimas decisões postas em prática refere-se às taxas de atraso de pagamento sobre os custos da água resultante do Regulamento Municipal. Tenho um exemplo prático que sem gastar um litro de água se pagou 18,38 €, assim distribuídos;

Tarifa de disponibilidade -   0,82€ - Resíduos Sólidos -  6,20€ - Juros de Mora 0,05€ - Comunicação para além do Prazo – 9,52€ - Valor de Expedição – 1,75€ - Iva 0,04€.

Pela prática normal de pessoas de bem isto não se faz. Nem as empresas privadas que fornecem outros bens essenciais fazem isto. Há mais respeito pelos consumidores. Não os tratam com criminosos. De facto, embora haja ainda quem possa pagar, há uma enorme maioria, sobretudo pessoas de idade e com fracos rendimentos que não consegue. E irão acumular-se incumprimentos dentro da Câmara. E depois, será que irão mandar prender as pessoas? Executam-lhe as casas?  Vão-lhe buscar a mobília? Ou tiram-lhe o pão? É isto a democracia que todos apregoaram antes das eleições ?

E se a pessoa por qualquer motivo não levantar a carta registada a avisá-la do incumprimento! Onde é que está o bom censo dos gestores dessa organização? Onde é que está a oposição? Não dizem nada! Parece que está tudo bem. Engano deles…

Perante aquilo que se tem vindo a verificar em termos de aumentos de impostos locais penso que seria razoável começar-se a pensar privatizar essa Câmara.

Vamos aguardar pelas contas 2009…..

Felizmente que esta situação acontece num Concelho que eu não conheço….

 

08.Junho.2010

 

José Guilherme Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

por @Mota@ às 20:06


5 comentários

De Anónimo a 10.06.2010 às 12:02


E a licença de construção! Quanto custa? de 4000 a 5000? É assim que se fixam os jovens no concelho? Em Arraiolos reduziram o preço dos lotes de terreno em 50% e das taxas! Dá que pensar vale a pena apostar em morar ou construir em Sousel? Aonde estão os nossos autarcas? E os membros da Assembleia Municipal? Assinam de cruz ou estão a dormir? Sr. Dr. Artur e restantes membros da Assembleia Municipal vejam bem a realidade do concelho e vejam se está correcto tais taxas? Estamos em Sousel! Querem fixar jovens assim? Em Fronteira, Monforte, Avis ..... e por ai fora vejam quais as taxas que eles praticam! É um bom exercício para o elevado número de funcionários que estão na CMS. Ou nós é que temos que pagar com todo isto. Ganharam as eleições e agora fazem o que querem sem pensar primeiro nas pessoas, esse que era o vosso slogan......

De Anónimo a 11.06.2010 às 12:00

Em Santo Amaro estão abertas pré-inscrições para o bairro da Pandina . Quais são as regras de atribuição dos lotes? após as inscrições e quando conhecerem os nomes dos interessados nas pré-inscrições são definidas ! preços dos lotes? Se não existem regras porque se pede uma série de documentos particulares, como IRS, nº de pessoas do agregado familiar (qual o nº máximo de pessoas do agregado familiar e porquê?)? É todo este conjunto de Mer..., que afundam este concelho, eu ainda pensei num lote, mas é preferivél comprar um lote privado em Estremoz, porque conheço todos os custos que no final se calhar são mais barato. 

De @mota@ a 11.06.2010 às 13:00


caro anonimo, não duvido da veracidade dos seus comentarios, mas custará assim tanto fazer o mesmo que o autor deste texto, dar a cara ???

mota

De Joaquim Gil a 12.06.2010 às 19:19

Todos somos críticos, todos criticamos, mas quantos de nós, ao sermos abordados para participar nas listas autárquicas, não pomos logo condições? vou, mas se ganhar-mos, quero o lugar a, b, ou c, para mim, ou para o meu x, y, ou z. Assim tem sido desde as primeiras eleições e não é só na CMS, isto é geral, desde as pequenas, às grandes Autarquias e assim se foram "carregando" de funcionários, que se foram, progressivamente, tornando um problema económico, para a sua própria subsistência, vamos culpar quem?, todos, evidentemente, e quem é que tem agora a coragem de inverter esta situação?

De Anónimo a 23.06.2010 às 05:18

amigo mota, eu lamentavelmente n posso dar a cara.

nem sempre concordo com as crónicas do autor do texto, são válidas, mas são pontos de vista.

No entanto, neste caso tenho que concordar, trabalho na camara e percebi perfeitamente o que referiu nos primeiros paragrafos, afinal todos temos sentido critico, podemos é não ter margem para o usar. É esse o caso!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2010

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Contador


Visitas

online



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D