Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

vila de cano - canoonline - João Mot@



Mensagens

Sábado, 15.09.12

Artigo de opinião - enviado por; João Maia

Dando a minha contribuição para o debate em torno do endividamento da Câmara Municipal de Sousel, proponho que o mesmo se centre em torno do valor do capital em divida a médio longo prazo por parte do Município. É este valor que atesta a capacidade da Câmara Municipal de Sousel de fazer investimento significativo no futuro. Como comprova o relatório de gestão financeira da Câmara para o ano de 2011 (pág.33), este valor, à data do fim do ano passado, era de 4.027.105,95 euros. O Sr. Presidente da Câmara Municipal de Sousel desculpa-se normalmente no facto da lei das finanças locais não ser cumprida para as finanças do nosso Município atingirem estes valores. Pois bem, mesmo partindo do princípio que tais valores dariam entrada na contabilidade camarária, a capacidade de endividamento a médio longo prazo da Câmara Municipal de Sousel já seria, à data deste relatório, de 76% do limite legalmente permitido por lei. A sua taxa de crescimento anual tem sido de 9/10% ao ano. Poder-se-ia dizer que o Concelho e os munícipes, em geral, têm tirado partido destes gastos. Mas será assim? Num concelho onde o aparelho laboral e económico tem vindo progressivamente a morrer! Como Coordenador da Secção Concelhia de Sousel do Partido Socialista é da minha disponibilidade garantir que, caso o PS seja poder autárquico em Sousel a partir de 2013, o investimento público local terá outro volume e outra orientação. A prioridade será dada à criação e captação de investimento privado, nomeadamente além-fronteiras. Áreas como o desporto e a cultura não serão negligenciadas, mas os gastos pretendem-se que sejam equilibrados e criteriosos. O aparelho da Câmara Municipal não deve ser transformado numa máquina gigantesca de organização de eventos para tirar dividendos eleitorais.  A fatura, como tem sido dito, apresenta-se aos munícipes sobre a forma de aumento de taxas e impostos. Todos acabamos por pagar e bem caro.

Para estas questões o executivo municipal tem sido alertado com frequência e tem tido oposição política. Falando do meu papel e do papel de colegas meus na assembleia municipal, por várias vezes recusamos votar favoravelmente documentos que implicavam gastos mal ajuizados para o Município de Sousel.

 

Esta oposição tem sido uma constante desde o início deste mandato autárquico. 


 João Maia

Autoria e outros dados (tags, etc)

por @Mota@ às 18:06



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Contador


Visitas

online



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D