Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

vila de cano - canoonline - João Mot@



Mensagens

Domingo, 08.09.13

Jaime Velez, "Manta Branca" Vila de Cano......



Não vejo senão canalha
De banquete para banquete,
Quem produz e quem trabalha
Come açordas sem "azête"

Depois, de modo repentista,

vieram os restantes versos

que compunham as décimas:


Ainda o que mais me admira
E penso vezes a miúdo:
Dizem que o sol nasce para tudo
Mas eu digo que é mentira.
Se o pobrezinho conspira
O burguês com ele ralha,
Até diz que o põe à calha
Nem à porta o pode ver.
A não trabalhar e só comer
Não vejo senão canalha!

Quem passa a vida arrastado
Por se ver alegre um dia
Logo diz a burguesia
Que é muito mal governado,
Que é um grande relaxado,
Que anda só no bote e "dête".
Antes que o pobrezinho "respête"
Tratam-no sempre ao desdém
E vê-se andar, quem muito tem,
De banquete para banquete.

É um viver tão diferente
Só o rico tem valor.
E o pobre trabalhador
Vai morrendo lentamente.
A fraqueza o põe doente
E a miséria o atrapalha;
Leva no peito a medalha
Que ganhou à chuva e ao vento
E morre à falta de alimento
Quem produz e quem trabalha

Feliz de quem é patrão
E pobre de quem é criado
Que até dão por mal empregado
O poucochinho que lhe dão.
Quem semeia e colhe o pão
Não tem aonde se "dête",
Só tem quem o "assujête"
Para que toda a vida chore,
E em paga do seu suor
Come açordas sem "azête" "

 

 

 

 Nos dias de hoje eu mudaria aqui umas palavras e acrescentaria outras....... isto ficaria muito  mais original.....,  mais adequado aos tempos de hoje, mas é melhor não................uma vez que estamos em tempos  eleitorais !!!!!!!!!!!!!!

  


Autoria e outros dados (tags, etc)

por @Mota@ às 14:11


2 comentários

De Joaquim Gil a 08.09.2013 às 14:34

Isto é poesia, não são palavras quer apenas rimam na sua fonografia, este e outros poemas actuais, de poetas contemporâneos, deviam ser dados a conhecer ao país e ao mundo, estão cada vez mais actuais!!

De simão Alexandre dos reis azeitão a 22.01.2014 às 15:10

Eu gustava imenso de saber un pouco mais, sôbre o  poéta
                  JAIME  VELEZ!! (( MANTA   BRANCA ))


    pois-que eu tenho a empressão que ésta pessôa seria meu segundo tio ou seija tio direito du meu pai, que éra 
              ((MANUEL FRANCISCO VELÊZ  AZEITÃO))


Tavês  que este meu comentário seja lido. En  Portugal por 
     Alguen, que tenha alguns conhecimentos da pessô ((Jaime Velez)).   Com todos os meus agrdcimemtos


                  Simão. Alexandre dos Reis Azeitao

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Contador


Visitas

online



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D